É nome de música mas talvez, no meu caso, foi a decisão mais difícil da minha vida.
Para começar parei de fumar do nada, de sopetão, sem o menor planejamento, talvez por isso que esteja dando certo. Depois de 3 meses, sei que é muito cedo ainda, não sinto falta como vício, mas sinto falta do hábito.
Outro dia me peguei parado na rua buscanco algo na mochila que achei ter esquecido, quando me toquei comecei a rir sozinho, era o maço e o isqueiro.
Para suprir a necessídade do cigarro substitui por um outro hábito, andar.
O prazer que sinto andar por ai, escutando uma musica é indescritível. Depois de ganhar mais de 10 quilos em 2 meses por ter largado o vício do cigarro, agora comecei a  batalha de perder os 10 desgraçados quiilos, andando. Sei que vai demorar muito mas sou “brasileiro e não desisto nunca”.
Agora o próximo passo é parar de comer besteira!