Poucas pessoas conseguiram participar da nova ferramenta que, segundo o Google, não é uma rede social, mas um “projeto”.  Por enquanto o serviço está em fase de testes e é preciso de um convite especial (que mesmo enviado, não chega) para se cadastrar. Apesar do design muito parecido, o Google+ tem uma grande diferença em relação à rede de Mark Zuckerberg: as informações publicadas na página pessoal são compartilhadas com grupos, chamados de “círculos”, e não com todos os contatos, o que é mais interessante.

Então veja as principais diferenças entre eles no infográfico da TechnoBombs!

 

fonte: Results On